Alguma Coisa Assim! O curta homônimo premiado em Cannes vira longa e estreia nos cinemas

Nesta quinta (26), Alguma Coisa Assim estreia nas salas de cinema. A partir do curta homônimo premiado em 2006 no Festival de Cannes, o longa ganha continuação de sua trama, com novas etapas da relação entre Mari e Caio. Para saber quais cinemas exibem Alguma Coisa Assim, clique aqui!

Alguma Coisa Assim: trailer e sinopse

Caio e Mari são dois jovens adultos cujo relacionamento está além de qualquer definição. Ao longo de 10 anos, o enredo transita entre 3 momentos marcantes em que seus desejos estão em conflito e seu relacionamento é posto à prova. Entre São Paulo e Berlim, acompanhamos a transformação das cidades e dos personagens, vivendo as dores e as delícias de uma relação sem rótulos.

Mariana Bastos e Esmir Filho dirigem e roteirizam o longa. A dupla ficou conhecida por outros dois trabalhos; Tudo o Que É Sólido Pode Derreter, série de TV lançada em 2009 na TV Cultura, e Tapa na Pantera, curta-ficcional que viralizou em 2006, onde Maria Alice Vergueiro divide sua experiência enquanto fumante de maconha há mais de 30 anos.

Além disso, Alguma Coisa Assim traz Caroline Abras e André Antunes. Premiada em 2008 como Melhor Atriz pelo Festival do Rio, Caroline Abras é conhecida por inúmeros filmes, séries e novelas. Recentemente, a paulista participou de O Mecanismo e Gabriel e a Montanha. Já o também paulista é mestre em psicologia pela Université Paris Diderot – Paris 7 e sua estreia como ator aconteceu no curta, Alguma Coisa Assim. Anos mais tarde, André reestreia no mesmo filme, porém agora como longa.

Prêmios

Atualmente, Alguma Coisa Assim soma três importantes prêmios e seleção em três grandes festivais, isso sem considerar o filme enquanto curta. Em 2017, o longa foi condecorado na categoria de Melhor Montagem no 19ª Festival de Cinema do Rio e nas categorias de Melhor Roteiro e Melhor Interpretação pelo papel de Mari (Caroline Abras) no 25ª Festival Mix Brasil. Neste ano, Alguma Coisa Assim passou na categoria de Seleção Oficial dos festivais de Guadalajara, de Outshine e de Portland.

Acesse o Epílogo e acompanhe as novidades do cinema nacional!

Comente